22.2 C
Rondonópolis
terça-feira, junho 25, 2024

Buy now

Responsável por chacina em Sinop (MT) é morto após confronto com PM

A cúpula da PM e Polícia Civil em Sinop acabam de confirmar que um dos envolvidos no assassinato de 7 pessoas, ontem, em um bar no Jardim Lisboa, região do São Cristóvão, foi baleado, há pouco, em confronto com policiais, levado ao hospital regional mas não resistiu. As buscas são feitas por policiais de Sinop, do BOPE e Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

“Chegamos através de informação de um dos suspeitos, se tratando do Ezequiel que possui diversas passagens. Ele entrou em confronto com a equipe em uma área de mata. Ele foi levado às pressas, pelas informações que recebemos veio a óbito”, confirmou o coronel Sodré, comandante regional da PM. “Ele estava em posse de uma pistola, deve ser encaminhado para perícia e provavelmente deve ser a mesma que ele utilizou no crime”. “Eu afirmo que a equipe do Bope é altamente treinada, age tecnicamente e certamente revidou uma injusta agressão desse cidadão”, acrescentou o comandante regional da PM.

O delegado regional de Polícia Civil, Carlos Eduardo Muniz, eeforçou que as forças de segurança seguem a procura do outro envolvido nas execuções. “Ele está com mandado de prisão. O mais prudente é se entregar, porque um cara que está com mandado de prisão e foge, ele vai ser preso o restante dá vida, por que ele vai fugir até quando? Ele precisa preservar sua integridade, é um crime que gerou repercussão nacional. Todos os meios de Comunicação estão cientes e toda a população tem convicção de como é o rosto de cada um deles. É hora até de sensibilizar a família que a melhor ação é ele se apresentar”,

O delegado da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa, Bráulio Junqueira, explicou, na entrevista coletiva, que a arma apreendida está registrada no nome do Edgar. Pedimos a prisão temporária, foi protocolada e expedida a ordem judicial. Um veio a óbito após apresentar resistência e outro ainda está solto. Eu entrei em contato com a mãe dele, então fica aqui para esclarecer, um pedido, não adianta o Edgar fugir, venho aqui pedir que se apresente, deixei o meu telefone com a mãe dele, pedi para ela entrar comigo caso convença ele a se apresentar. Vamos buscar ele, preservar a integridade dele, mas não adianta fugir, ficou claro aqui que não adianta fugir da polícia. Cedo ou tarde ele vai ser preso”, declarou. “É um crime gravíssimo, repercussão nacional, então não adianta. Fica aqui o pedido aos familiares do Edgar para que se apresente o mais rápido possível, pois vai ser preso de qualquer forma”, acrescentou.

Pela manhã, o delegado confirmou ao Só Notícias, que Edgar Ricardo de Oliveira de 30 anos, e Ezequias Souza Ribeiro, 27, foram identificados, nas imagens das câmeras do bar, como autores dos disparos, após um jogo de sinuca no bar, com provável aposta de dinheiro. Os dois homens, que estariam jogando, fizeram os disparos. Quatro faleceram no interior do bar. Duas pessoas caíram, mortas, na calçada e na rua.

Câmeras de segurança do bar registraram os dois homens cometendo a execução. Um que estava com pistola domina algumas pessoas. O que portava a espingarda, após fazer os disparos a queima roupa, vai até uma mesa de sinuca e pega dinheiro que seria da aposta.

Ainda na manhã, a GM S-10 usada na fuga dos autores dos assassinatos foi apreendida, além da espingarda calibre 12 e munições calibre 12 e calibre 40. No interior do veículo, a polícia encontrou uma carteira com vários cartões, documentos, carregador de pistola e R$ 24 em espécie. Também foram localizados registros de armas de fogo, roupas, bebida alcóolica e ferramentas de materiais de construção.

As vítimas foram identificadas: Elizeu Santos da Silva, 47 anos, Orisberto Pereira Sousa, 38 anos, Adriano Balbinote, 46, José Ramos Tenório, 48, o dono do bar Maciel Bruno de Andrade Costa, 35, Getúlio Rodrigues Frazão Junior, 36, e sua filha, de 12 anos. 

SÓ NOTÍCIAS

Artigos relacionados

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias