22.2 C
Rondonópolis
quinta-feira, maio 23, 2024

Buy now

Governador se reúne com CEO de grupo chinês que pode implantar indústria em Mato Grosso

O governador Mauro Mendes e diretores da empresa chinesa Sinomach estreitaram parceria para fazer estudos que vão mostrar a viabilidade para investimentos do conglomerado empresarial em Mato Grosso, e atua na fabricação de ferramentas, equipamentos de construção, equipamentos agrícolas e construção de infraestrutura. “É um grupo robusto que tem a atuação em diversas áreas, como infraestrutura, energia solar, armazenagem e tecnologias de ponta. E nós conversamos sobre o possível cooperação deles com empresas de Mato Grosso. O Governo do Estado pode ser uma ponte, porque a Sinomach é uma empresa do governo chinês, o que é muito comum lá. E eles sempre se sentem muito confortáveis quando esse diálogo acontece com o Governo”, relatou o governador.

Durante a conversa, hoje, no Palácio Paiaguás, Mauro reforçou as potencialidades de Mato Grosso no agronegócio e na indústria e sugeriu os estudos para viabilizar as parcerias nos mais diversos segmentos abrangidos pela empresa. “Temos uma visita programada para o segundo semestre ao mercado chinês, que é o maior mercado para exportação dos produtos brasileiros de Mato Grosso. Nós queremos, com isso, aprofundar essas relações. Eles demonstraram muito interesse em investir em nosso Estado, e poderão trazer grandes contribuições à transformação dos nossos produtos do agronegócio em produtos de maior tecnologia, além de cooperações em áreas que podem também trazer grandes dividendos para nosso estado”, registrou.

O CEO da Sinomach, Cai Jibo, destacou que Mato Grosso é “gigante” e ficou impressionado ao descobrir que o Estado pode dobrar a produção de alimentos nos próximos anos. “Mato Grosso tem muito potencial no armazenamento e 90% dos silos são fabricados na China. Temos interesse em não só adquirir os produtos primários, mas processá-los aqui em Mato Grosso com nossa indústria. Podemos auxiliar na infraestrutura básica, energia solar e outras atividades, como a extração da fibra de carbono do milho. Temos muito interesse em estabelecer essas parcerias”, declarou, através da assessoria.

Só Notícias

Artigos relacionados

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias