22.2 C
Rondonópolis
quinta-feira, maio 23, 2024

Buy now

Com goleada e hat-trick de Ary Borges, Brasil bate o Panamá em sua estreia na Copa do Mundo feminina

Seleção Brasileira estreou com o pé direito na Copa do Mundo feminina. Nesta segunda-feira, a equipe bateu o Panamá por 4 a 0, pelo Grupo F, no Estádio Hindmarsh, em Adelaide, na Austrália. Ary Borges, três vezes, e Bia Zaneratto marcaram os gols que deram a vitória ao Brasil.

Mesmo sem Marta entre as titulares, o Brasil dominou a partida e, apesar de ter desperdiçado boas chances de gol, começou bem a caminhada rumo ao primeiro título mundial.

Com o resultado positivo, o Brasil ocupa a primeira colocação do Grupo F após o fim da primeira rodada de jogos do grupo, com três pontos. França e Jamaica, por terem empatado entre si, ficam com um ponto cada, sendo que as francesas estão na segunda posição.

Agora, a Seleção Brasileira volta aos gramados contra a França, no próximo sábado. O embate está marcado para as 07 horas (de Brasília), no Estádio Lang Park, em Brisbane, na Austrália. O confronto marca o duelo entre as duas grandes favoritas à liderança do Grupo F, que conta ainda com Jamaica e Panamá.

Pressão brasileira na primeira etapa

O Brasil começou a partida empilhando chances contra a seleção panamenha. Logo no primeiro minuto, Adriana recebeu em profundidade e tentou encobrir a goleira adversária, que fez boa defesa para evitar o gol da Seleção Brasileira.

Executando com eficiência o perde-pressiona, as brasileiras recuperavam a bola com facilidade no campo de ataque e criavam boas oportunidades para abrir o placar. O Brasil chegou bem com dois chutes de Antônia e Bia Zaneratto, que levaram perigo à meta panamenha. O Panamá, por sua vez, ficou à espera de um contra-ataque para tentar surpreender o Brasil, mas sem sucesso.

Foi aos 19 minutos que a Seleção Brasileira abriu o placar. Debinha recebeu boa bola pela esquerda e cruzou no segundo pau para Ary Borges cabecear e marcar o primeiro gol da equipe nesta Copa do Mundo feminina. Em sua estreia em Mundiais com a amarelinha, a meia colocou o time à frente.

Com 30 minutos, mais uma boa chegada do time de Pia Sundhage. Adriana tocou para Bia Zaneratto, que recebeu sozinha dentro da área; porém, acabou adiantando demais e deu apenas um biquinho na bola, facilitando a defesa de Bailey. Cinco minutos depois, Luana bateu de fora da área e a goleira panamenha fez mais uma grande defesa.

A estrela de Ary Borges brilhou novamente. Com 39 minutos, Tamires fez o cruzamento pela esquerda e Ary Borges apareceu novamente para cabecear. A goleira Bailey defendeu, mas no rebote, a bola caiu novamente nos pés da meio-campista, que só completou para o gol. O domínio brasileiro na primeira etapa do confronto foi total.

Seleção Brasileira diminui o ritmo, mas consegue goleada

O segundo tempo começou com o Brasil ampliando o placar. Em uma linda jogada logo aos cinco minutos, Debinha tabelou com Adriana e a camisa nove cruzou na área. Ary Borges recebeu sozinha, e com apenas um toque para trás, limpou a marcação e achou Bia Zaneratto, livre, que apenas chegou batendo para o fundo da rede.

Com 12 minutos da etapa complementar, o Panamá chegou pela primeira vez ao gol brasileiro. Baltrip-Reyes apareceu pelo lado esquerda e arriscou o chute, que foi direto nas mãos da goleira Lelê.

Para dar um novo fôlego ao time e preservar atletas para a maratona de jogos, Pia optou por trocar três jogadoras. Debinha, Antônia e Bia Zaneratto deixaram o campo para as entradas de Geyse, Bruninha e Gabi Nunes. Com a vitória bem encaminhada, porém, a Seleção baixou um pouco ritmo de jogo.

Com 20 minutos, Tanner recebeu em velocidade, mas Lelê saiu bem da área brasileira para fazer a intervenção e evitar o gol panamenho.

Com 25 minutos, o Brasil fez o quarto para completar a goleada. Em um belo cruzamento de Geyse, Ary Borges apareceu mais uma vez como elemento surpresa na grande área e cabeceou para o fundo do gol panamenho. Foi aos 30 minutos que a torcida começou a cantar mais alto e Marta entrou em campo no lugar de Ary, juntamente com Duda Sampaio, que substituiu Luana.

Dominante e com um saldo de gols que pode ser importante mais para frente no Grupo F, a Seleção Brasileira fez valer o favoritismo e goleou o Panamá com autoridade.

FICHA TÉCNICA
BRASIL 4 X 0 PANAMÁ

Local: Hindmarsh Stadium, em Adelaide (Austrália)

Data: 24 de julho de 2023 (segunda-feira)

Horário: 8 horas (de Brasília)

Árbitra: Cheryl Foster

Assistentes: Michelle O’Neill e Franca Overtoom

Gols: Ary Borges, aos 19 minutos do primeiro tempo, Ary Borges, aos 39 minutos do primeiro tempo, Bia Zaneratto, aos 5 minutos do segundo tempo, Ary Borges, 25 minutos do primeiro tempo

BRASIL: Letícia; Antônia (Bruninha), Lauren, Rafaelle e Tamires; Ary Borges (Marta), Luana (Duda Sampaio), Kerolin e Adriana; Debinha (Geyse) e Bia Zaneratto (Gabi Nunes)
Técnica: Pia Sundhage

PANAMÁ: Bailey; Castillo, Baltrip-Reyes, Pinzón, Vargas (Montenegro) e Jaén (Natis); Mills (Cedeños), Quintero (Salazar), González e Cox (Cedenõ); Riley (Tanner)
Técnico: Ignacio Quintana

GAZETA ESPORTIVA

Artigos relacionados

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias