22.2 C
Rondonópolis
terça-feira, junho 25, 2024

Buy now

OAB Mato Grosso define lista paritária com 3 advogadas e 3 advogados concorrendo a vaga de desembargador

O pleno do Conselho Estadual definiu, ontem, em sessão plenária, as regras para o edital de abertura do procedimento para advogados concorreram a composição da lista sêxtupla para disputar a vaga de desembargador no Tribunal de Justiça de Mato Grosso, pelo Quinto Constitucional, classe da advocacia. A lista será paritária, pela primeira vez na história, formada por três advogadas e três advogados.

“Fizemos história hoje, me sinto muito feliz e honrada por presidir essa sessão”, afirmou a presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB), Gisela Cardoso, após a aprovação, por aclamação, da proposta de paridade. “Para mim é uma vitória, uma conquista, talvez uma missão. Como mulher na diretoria, agora na presidência, da OAB-MT eu sempre busquei uma participação maior das advogadas. Hoje, as mulheres não apenas compõem numericamente, mas elas participam efetivamente das decisões da Ordem. Essa votação, que garante a paridade na lista, é um reconhecimento, do sistema como um todo, ao trabalho que vem sendo realizado por todas as advogadas em prol da advocacia mato-grossense”.

A assessoria informa que, além dos conselheiros e conselheiras do pleno, participaram da sessão toda a diretoria da Seccional, conselheiros federais, presidentes de Subseções, diretores de órgãos da Ordem e de Comissões Temáticas, além advogados.

Após a definição da lista com nomes de 6 advogados que concorrerão, o Tribunal de Justiça vai votar e escolher 3 nomes. A lista tríplice será encaminhada ao governador Mauro Mendes escolher o futuro desembargador.

Só Notícias

Artigos relacionados

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias