www.asyabahis.org dumanbet.live pinbahiscasino.com www.sekabet.net www.olabahisgir.com www.maltcasino.net faffbet-giris.com www.asyabahisgo1.com www.dumanbetyenigiris.com pinbahisgo1.com sekabet-giris2.com www.olabahisgo.com www.maltcasino-giris.com faffbet.net betforward1.org betforward.mobi 1xbet-adres.com 1xbet4iran.com romabet1.com www.yasbet2.net 1xirani.com www.romabet.top 3btforward1.com 1xbet 1xbet-farsi4.com سایت شرط بندی معتبر
23.2 C
Rondonópolis
domingo, julho 21, 2024

Buy now

Após chacina de mãe e filhas em Sorriso, Cláudio Ferreira defende castração química

Deputado afirma que medidas severas devem ser adotadas para que criminosos sejam intimidados pela força da lei”

O deputado Cláudio Ferreira (PL) defendeu nesta quinta-feira (30) a castração química para quem comete crimes hediondos contra mulheres. A declaração foi feita após repercussão da chacina contra uma mãe e suas três filhas na cidade de Sorriso na última sexta-feira (24).

O crime foi cometido por Gilberto Rodrigues dos Anjos, que já tinha mandatos em aberto por crimes de estupro e tentativa de homicidio. Além disso, existe a acusação de que o suspeito tenha cometido assassinato de um jornalista no estado de Goiás em 2013.

Para Cláudio Ferreira o atual cenário de criminalidade tem motivações claras, que devem ser combatidas com políticas eficazes. “A impunidade e a negação do direito de autodefesa encorajam criminosos e potenciais homicidas a continuarem cometendo crimes horríveis contra inocentes e vulneráveis, em especial, as mulheres”, disse Ferreira.

“Leis como a Maria da Penha não são suficientes para proteger as mulheres brasileiras, por isso defendo o direito natural de legítima defesa e punições severas como a castração química contra criminosos sexuais”, completou o Paisagista.

O deputado afirma que punições mais graves vão trazer resultados positivos no combate à violência, pois, para ele, os criminosos devem ser “intimidados pela força da lei”.

Além de cobrar medidas de segurança, Cláudio Ferreira também lamentou as mortes de Cleci Calvi Cardoso, Miliane Calvi Cardoso, Manuela Calvi Cardoso e Melissa Calvi Cardoso e apresentou uma moção de pesar, aprovada na sessão desta quarta-feira (29) na Assembleia Legislativa.

ASSESSORIA

Artigos relacionados

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias