21.1 C
Rondonópolis
terça-feira, abril 23, 2024

Buy now

Vereadores fazem sessão extraordinária e pedem convocação de Secretária

Câmara de Vereadores de Rondonópolis realizou na manhã de ontem (27) , a primeira sessão extraordinária realizada durante o período recesso parlamentar; os parlamentares votaram projetos da mesa diretora com previsão de remanejamento orçamentário para garantir, principalmente, o pagamento de férias e licenças prêmio para o servidores da casa e um requerimento convocando a secretária de gestão de pessoas, Carla Carvalho, para o fornecimento de informações relativas ao Concurso Público da Prefeitura, que teve a primeira convocação na terça-feira.

O requerimento foi aprovado por 12 votos a favor e seis contrários, a medida como diria a gíria popular passou raspando, pois teve um voto a mais que o mínimo necessário que eram 11 votos.

A sessão foi realizada na Sala de Reuniões e não no plenário e a votação foi nominal, os vereadores Cláudio Carvalho, o Cláudio da Farmácia e Batista da Coder tiveram as suas ausências justificadas.

O recesso parlamentar, por outro lado, começou no dia 20 de dezembro e vai até o dia 10 de janeiro, quando a Câmara retorna às atividades normais.

A discussão da proposta gerou discussão ampla entre o autor do pedido o vereador Subtenente Guinancio (PSDB) e o vereador líder do prefeito, Reginaldo do Santos.

Guinancio acusou Reginaldo de fazer uma manobra para a medida não passar; o líder, por outro lado, disse que discutiu com a sua base de forma republicana e estava naquele momento exercendo papel de líder.

Vereador alega que há falta de transparência em chamamento de aprovados em concurso

O parlamentar do PSDB destacou que o pedido era necessário em razão de muitas duvidas com relação ao chamamento. “O site da prefeitura saiu do ar, o pessoal está sem saber o que fazer, está faltando transparência”, disse. Guinancio ainda reclamou que teria sido mal tratado por uma servidora da secretaria de Gestão de Pessoas.

Reginaldo diz que requerimento foi desnecessário

O vereador Reginaldo dos Santos reclamou , por outro lado, que o pedido seria desnecessário. Ele explicou que independente do pedido, a secretária de gestão de pessoas estaria à disposição da Câmara de Vereadores para os devidos esclarecimentos. “Na verdade, o requerimento somente seria cumprido na falta do recesso e eu fiz a proposta da secretária atender os vereadores hoje mesmo ou amanhã, em qualquer horário”, disse.

O líder ainda negou que houve desrespeito ao vereador por parte da servidora.

Reclamação de vereadores

Os vereadores ainda reclamaram que não foram convidados para participar de uma coletiva na terça-feira (26), quando o prefeito fez o anúncio dos convocados para o concurso. A vereadora Kalynka Meirelles (Republicanos) foi uma que reclamou.

FONTE Lucas Perrone

Artigos relacionados

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias