22.2 C
Rondonópolis
sábado, fevereiro 24, 2024

Buy now

Júnior Mendonça sai em defesa da convocação dos aprovados em concurso da prefeitura

A primeira sessão ordinária do ano legislativo de 2024 realizada na Câmara Municipal de Rondonópolis ontem quarta-feira (10), foi marcada pela presença maciça dos munícipes, que prestaram e foram aprovados, no último concurso público do poder executivo (2023), e que aguardam pela chamada para ocupar seus cargos e desempenhar suas funções no serviço público municipal.

O município já fez uma chamada no fim do ano, porém, em quantidade que não atende a necessidade principalmente em relação à área da Educação.

O município lançou dois concursos, um para vagas de docentes da educação infantil e do ensino fundamental, com salários de R$ 4.076,85 e carga horária de 30h, e outro edital para vagas reserva de contador e fiscal de tributos, com salários de R$ 6.224,36 para o cargo de fiscal e de R$ 4.149,57 para contador, ambos também com carga horária de 30h. Para as vagas de fiscal de tributos e contador não houve chamada.

“O serviço público é de fundamental importância para que possamos entregar na ponta, políticas públicas de qualidade, que vão de encontro a necessidade de cada cidadão de nossa cidade. Para tanto é necessário que a gestão trate o tema com a importância que ele merece e que analise com afinco a questão do chamamento dos concursados. Vamos continuar acompanhando essa situação para garantirmos os direitos desses homens e mulheres que estudaram, se prepararam e passaram no concurso”, disse Júnior Mendonça (PT), presidente da Câmara Municipal de Rondonópolis ao fazer uso da Tribuna durante a sessão desta quarta-feira (10).

ASSESSORIA

Artigos relacionados

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias