22.2 C
Rondonópolis
sábado, fevereiro 24, 2024

Buy now

MPF busca solução para reduzir tempo de espera em agências da Caixa em Várzea Grande e Rondonópolis (MT)

Representantes do Ministério Público Federal (MPF) e da Caixa Econômica Federal em Mato Grosso (MT) discutiram o tempo excessivo de espera dos clientes para atendimento nas agências do banco em Rondonópolis. O problema resultou na abertura de inquérito civil.

A lei municipal prevê que o prazo máximo de espera deve ser de 25 minutos, e de até 40 minutos em véspera ou após feriados prolongados. Foi constatado que em uma das agências da cidade, que fica na Avenida Cuiabá, a espera em dias normais chega a 02 horas.

O procurador da República Matheus de Andrade Bueno propôs aos representantes da Caixa a adoção de algumas práticas para coibir casos irrazoáveis. Uma das sugestões foi a implementação de mecanismos de alerta quando houver tempo de espera extremamente desproporcional.

Foi acordado entre os participantes da reunião que, nos casos em que a espera pelo atendimento ultrapasse esse tempo – que o procurador classifica como “inaceitável” – caberia ao gestor local a definição de medidas inibidoras, como a realocação momentânea de servidores em setores diversos da instituição financeira.

As tratativas vão seguir em andamento, bem como o inquérito civil. Em Mato Grosso, a mesma situação ocorre em agência localizada em Várzea Grande, também motivando inquérito do MPF.

Assessoria de Comunicação
Ministério Público Federal
Procuradoria da República em Mato Grosso

Artigos relacionados

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias