35.1 C
Rondonópolis
terça-feira, junho 18, 2024

Buy now

Número de mortes por Covid sobe para 24 em Mato Grosso

Subiu para 24 o número de mortos por covid-19 em Mato Grosso, segundo os dados do Painel Covid, atualizado diariamente pela Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES-MT). É um aumento de três mortes em relação à atualização de ontem, quando estavam confirmados 21 óbitos.

Além disso, subiu para 9.594 o número de casos confirmados da doença em todo o estado. Até ontem, eram 8.572 pessoas contaminadas pelo coronavírus.

Ao todo, 53 cidades, têm risco muito alto e alto de contaminação. Destas, oito estão classificadas com risco muito alto. São elas: União do Sul, Alto Boa Vista, Porto dos Gaúchos, Serra Nova Dourada, Luciara, Diamantino, Santo Antônio do Leverger e Barra do Bugres.

Outras 45 têm risco considerado alto. São elas: Araguainha, Tabaporã, Cocalinho, Novo Horizonte do Norte, Novo Santo Antônio, Feliz Natal, Lucas do Rio Verde, Cláudia, Reserva do Cabaçal, Matupá, Poconé, Paranaíta, Nova Monte Verde, Canabrava do Norte, Porto Estrela, Juara, Nortelândia, Conquista D’Oeste, Castanheira, Araputanga, Alto Paraguai, São Félix do Araguaia, Nova Guarita, Tangará da Serra, Mirassol d’Oeste, Acorizal, Itaúba, Torixoréu, Nova Santa Helena, Cáceres, Água Boa, Colíder, Barra do Garças, Sinop, Araguaiana, Sorriso, Arenápolis, Alta Floresta, Peixoto de Azevedo, São José do Povo, Nobres, Barão de Melgaço, Nova Xavantina, São José dos Quatro Marcos e Porto Alegre do Norte.

Cuiabá, Várzea Grande e Rondonópolis estão classificadas como estando em risco moderado.

Ao menos sete cidades de Mato Grosso voltaram a recomendar o uso de máscaras. São elas: Água Boa, Cáceres, Nova Xavantina, Várzea Grande, São José do Povo, São José dos Quatro Marcos e Tangará da Serra.

O Governo do Estado adotou recomendação semelhante para as unidades da rede estadual, onde pacientes, profissionais de saúde e visitantes devem utilizar máscaras durante todo o período de permanência nas unidades.

No mês passado, foi detectada a presença de uma nova subvariante, a JN 2.5, no estado. A identificação coincidiu com o aumento no número de infecções por covid em Mato Grosso. Foi a primeira vez que essa subvariante foi identificada em território nacional.

reportermt.

Artigos relacionados

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias