32.2 C
Rondonópolis
sexta-feira, maio 24, 2024

Buy now

Justiça recebe denúncia do GAECO contra 10 laranjas de madeireiras e transportadoras por sonegarem R$ 35 milhões em Mato Grosso

A justiça da 7ª Vara Criminal de Cuiabá recebeu denúncia encaminhada pelo Grupo Especial de Atuação Contra o Crime Organizado (GAECO) contra 10 pessoas pelos crimes de organização criminosa, falsidade ideológica e sonegação fiscal, de integrar organização criminosa especializada em abrir empresas de fachada, registradas em nome de pessoas interpostas (laranjas), para operar esquema de sonegação de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) nos segmentos madeireiro e de transportes. Ao todo, foram 53 empresas de fachada dentre madeireiras e transportadoras, que causaram até o momento um prejuízo superior a R$ 35 milhões aos cofres públicos do Estado em virtude do ICMS sonegado.

Após a abertura da maioria das transportadoras de fachada, o grupo criminoso ajuizava mandados de segurança com pedido liminar para enquadrá-las no regime de recolhimento mensal de ICMS sem o cumprimento dos requisitos previstos no regulamento estadual. O enquadramento dessas empresas no regime especial de recolhimento de ICMS viabilizava o esquema de sonegação fiscal, pois permitia aos veículos de carga a passagem pelas barreiras de fiscalização do Estado de Mato Grosso sem o recolhimento dos tributos.

A organização criminosa contava com a participação de um contabilista (preso preventivamente) e quatro advogados. O primeiro era responsável por captar os laranjas e promover a abertura das empresas, enquanto que os advogados ajuizavam os Mandados de Segurança e prestavam assessoria jurídica para a operacionalização do esquema de sonegação fiscal. Como se tratavam de empresas de fachada registradas em nome de pessoas interpostas, a organização criminosa as utilizava até o momento em que a secretaria estadual de Fazenda promovia a suspensão da sua inscrição estadual, momento em que eram simplesmente abandonadas e abertas outras em seu lugar.

Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)

Artigos relacionados

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias