25.1 C
Rondonópolis
segunda-feira, abril 15, 2024

Buy now

Ministro diz que apagão foi erro técnico e país tem energia ‘de sobra’

O ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa, justificou durante entrevista realizada ontem quarta-feira (16), que o apagão que afetou cerca de 29 milhões de residências em 26 estados brasileiros no dia anterior foi ocasionado por um “erro técnico, falha técnica”.

A situação criou um certo tipo de urgência por parte do governo em compreender as causas subjacentes do problema que pode estar relacionado à segurança energética nacional. 

Nas declarações, Rui Costa enfatizou que o Brasil atualmente possui um excedente de energia, diferenciando o episódio recente de apagões passados vivenciados no país.

“Não há justificativa para esse apagão. Anteriormente, o Brasil enfrentou apagões durante períodos de crise na geração de energia, ou seja, quando os reservatórios de água estavam em níveis baixos. Isso resultava em uma disparidade entre demanda e oferta, levando ao colapso do sistema.”

O ministro afimrou que o momento atual do país é diferente:  “Essa não é a situação atual. Temos um excedente de energia. Nossos reservatórios estão em capacidade máxima, e as usinas eólicas e solares estão gerando energia em abundância. Portanto, não há déficit nem em termos de oferta, nem de demanda.”

Ao tratar da causa do apagão, Rui Costa afirmou com determinação: “Foi um erro técnico, uma falha técnica. É essencial identificar a raiz do problema, e espero que possamos informar à sociedade o mais rapidamente possível.”

As declarações do ministro foram proferidas durante o programa “Bom Dia Ministro”, transmitido pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC), emissora estatal.

O governo está comprometido em investigar e elucidar as circunstâncias que levaram ao apagão, visando garantir a estabilidade e confiabilidade do sistema elétrico nacional.

IG ÚLTIMO SEGUNDO

Artigos relacionados

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias