35.4 C
Rondonópolis
sábado, maio 18, 2024

Buy now

Flamengo bate Fortaleza e fica a 6 pontos da liderança do Brasileirão

O Flamengo se recuperou no Campeonato Brasileiro. Após duas derrotas seguidas, o clube carioca bateu o Fortaleza por 2 a 0, ontem domingo, na Arena Castelão, pela 32ª rodada. Pedro e Luiz Araújo marcaram os gols da vitória rubro-negra.

Com o triunfo, o Flamengo retoma o fôlego nesta reta final de ano para brigar por vaga direta para a Libertadores de 2024 e mantém vivo o sonho de lutar pelo título do Brasileirão. O Fla continua na sexta colocação, agora com 53 pontos em 31 jogos – tem uma partida a menos em relação ao Grêmio, que abre o G4, com 56 pontos. Já o Fortaleza, com 42 pontos em 30 jogos, está em nono lugar.

O Flamengo venceu, mas sem ter uma atuação de encher os olhos. O clube carioca sofreu tecnicamente e encontrou dificuldade para criar. De qualquer forma, faz as pazes com a vitória e ganhou moral para um duelo importante. Na próxima rodada, o Rubro-Negro recebe o Palmeiras, nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã. Já o Fortaleza visita o Athletico-PR, quarta-feira, às 20 horas.

O Rubro-Negro teve uma “novidade forçada” na escalação. Ayrton Lucas teve um quadro de febre e dores pelo corpo e começou no banco de reservas. Filipe Luís, assim, ganhou chance como titular. O Fortaleza foi o dono do primeiro ataque mais relevante. Aos cinco minutos, após boa troca de passes, Machuca recebeu pela esquerda e chutou. Rossi defendeu. O duelo ficou sem as imagens do VAR para revisão. Assim, a ferramenta só poderia auxiliar em lances de impedimento, gol e não gol.

O Flamengo, por sinal, pediu pênalti aos 12 minutos. Pedro recebeu na área e chutou. A bola quicou e bateu na mão de Brítez, que estava levando o braço para apoiar no gramado. Sem VAR, o árbitro Anderson Daronco (Fifa-RS) alegou que o braço do zagueiro já estava apoiado e mandou o lance seguir. O VAR voltou a funcionar no Castelão, com as imagens disponíveis na cabine, aos 15 minutos.

O Fortaleza quase abriu o placar aos 18 minutos. Marinho foi lançado pela direita, avançou e parou em Rossi, mas o atacante, ex-Flamengo, estava impedido. Aos 25, após cruzamento da esquerda, Filipe Luís tentou cortar, mas mandou para trás. A bola saiu com perigo.

O Flamengo encontrava dificuldade para criar – não conseguia encaixar o passe mais agudo. Aos 28, Pedro acertou o passe, mas Luiz Araújo não finalizou e perdeu chance de levar perigo. Marinho, aos 32, arriscou da intermediária, para fora.

Mesmo sem muita inspiração e com dificuldade técnica, o Flamengo abriu o placar no fim do primeiro tempo. Luiz Araújo brigou pela bola, que sobrou para Filipe Luís na intermediária. Ele, então, achou Pedro, que dominou praticamente na linha da grande área e chutou no canto: 1 a 0.

Aos 49, o Flamengo voltou a criar. Arrascaeta fez grande jogada em contra-ataque, arrancou e parou em João Ricardo, que bloqueou o cruzamento. O goleiro foi fundamental no mesmo minuto. Cebolinha aproveitou erro de passe, invadiu a área e chutou cruzado, parando em João Ricardo.

O Fortaleza quase empatou aos três minutos da etapa final. Lucas Crispim, que entrou no lugar de Pochettino, arriscou da intermediária e acertou a trave de Rossi. O Leão do Pici era superior no segundo tempo. Aos 15, após cruzamento da esquerda, Lucero cabeceou para fora. Contudo, ele estava impedido.

O Flamengo finalmente encaixou um contra-ataque. Aos 19, Arrascaeta avançou pela esquerda e levantou para Matheuzinho. Ele emendou de primeira, mas mandou para fora. Aos 22 minutos, Tite fez a primeira mudança. Ele colocou Victor Hugo no lugar de Arrascaeta. Na sequência, Thiago Maia sentiu a coxa esquerda. Rodrigo Caio foi acionado.

O Fortaleza buscou pressionar o Flamengo, que conseguia se defender. Aos 37, Tite colocou Ayrton Lucas e Everton Ribeiro. Saíram Pedro e Cebolinha. O Fla deu o bote aos 41 minutos. Após saída errada do Leão do Pici, Ayrton Lucas foi acionado pela esquerda e cruzou. Everton Ribeiro fez o corta-luz e Luiz Araújo bateu: 2 a 0. Rossi ainda apareceu bem duas vezes nos acréscimos e Zé Welison ainda acertou o travessão. O Rubro-Negro se recuperou no Brasileirão.

Gazeta Esportiva

Artigos relacionados

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias