20.5 C
Rondonópolis
terça-feira, junho 25, 2024

Buy now

Saúde alerta usuários do glicosímetro quanto aos cuidados com o aparelho e fita de medição

A Secretaria Municipal de Saúde está orientando a todos os pacientes que utilizam os equipamentos para medir os níveis de glicose que fiquem atentos às indicações de cuidados e armazenamento do aparelho e principalmente da fita de medição. O alerta foi repassado ontem quarta-feira (22) em reunião com representante da Associação Rondonopolitana de Assistência aos Diabéticos (Arad) e a equipe do Centro de Diabetes e Endocrinologia do município (Cedero).

O médico endocrinologista Artur Emílio, coordenador do Cedero, explicou que o equipamento distribuído gratuitamente pelo município atualmente atende todos os pré-requisitos e está devidamente chancelado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), inclusive com a certificação mais recente exigida pela Associação Brasileira de Diabetes.

“O aparelho é muito bom, tem muito potencial. E as fitas também são muito boas. Acreditamos que alguns pacientes não estão fazendo a utilização correta dele ou até o devido armazenamento”, afirmou o médico endocrinologista. De acordo como Artur Emílio a fita, por exemplo, as fitas não devem ficar expostam a calor excessivo pois podem ter os componentes químicos alterados mudando o resultado dos testes.

A dúvida sobre o funcionamento correto dos equipamentos surgiu após alguns usuários relatarem diferença significativa nos resultados das contagens em relação a outros aparelhos, conforme relatou a secretária da Arad, Daniele de Melo dos Santos.

Ione Rodrigues, secretária de Saúde do município, informou que todos os pacientes ou usuários dos equipamentos que notarem algum tipo de mal funcionamento ou resultados muito diferentes devem procurar a Farmácia Central para fazer a calibragem do aparelho, para avaliar se realmente está com defeito e, se for esse o caso, fazer a troca.

Durante o encontro, ficou decidido que a Saúde vai organizar uma série de capacitações, começando para os profissionais que atuam nas unidades básicas de saúde para orientar o correto uso e armazenamento das fitas e aparelhos glicosímetros. Posteriormente essa capacitação também será oferecida para os integrantes da Arad e juntamente dos outros pacientes que necessitam da contagem da glicose diária.

Fonte: Rafael Vicentini – Gabinete de Comunicação

Artigos relacionados

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias