www.asyabahis.org dumanbet.live pinbahiscasino.com www.sekabet.net www.olabahisgir.com www.maltcasino.net faffbet-giris.com www.asyabahisgo1.com www.dumanbetyenigiris.com pinbahisgo1.com sekabet-giris2.com www.olabahisgo.com www.maltcasino-giris.com faffbet.net betforward1.org betforward.mobi 1xbet-adres.com 1xbet4iran.com romabet1.com www.yasbet2.net 1xirani.com www.romabet.top 3btforward1.com 1xbet 1xbet-farsi4.com سایت شرط بندی معتبر
20.4 C
Rondonópolis
domingo, julho 21, 2024

Buy now

BOPE e policiais da GCCO reforçam buscas a ladrões que invadiram cooperativa no Estado e fizeram 4 reféns; assista

As equipes policiais da região Noroeste que fazem buscas aos ladrões que invadiram, ontem, uma cooperativa de crédito em Juruena (880 km de Cuiabá) e fizeram quatro reféns, serão reforçadas com policiais do Grupo de Combate ao Crime Organizado (GCCO) da Polícia Civil, além da unidade móvel de radiocomunicação do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), que dará suporte às atividades de buscas nas áreas mais remotas permitindo uma comunicação segura e de qualidade entre as forças policiais.

A secretaria de Segurança Pública enviou as equipes para intensificar as buscas aos assaltantes. Eles saíram de Cuiabá em aeronave da secretaria. A operação iniciou com equipes do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), do Comando de Operações Aéreas (Ciopaer) polícias Civil e Militar da região.

Os criminosos fugiram para área de mata conhecida como linha 1, cerca de 25 km de Juruena, após deixarem os reféns. Eles abandonaram o veículo, liberaram os reféns e adentraram na mata e estariam com armas curtas calibre 38 ou 32, de acordo com primeiro levantamento policial.

Conforme Só Notícias já informou, o ataque foi pela manhã. “Dois indivíduos chegaram (ontem à noite) na casa do gerente, pulando o muro e rendendo a família. Permanecerem com eles a noite inteira, quando ao amanhecer por volta das 7h30 da manhã deslocaram para o banco com o gerente de refém”, explicou o tenente-coronel e comandante do Comando Regional de Juína, Elvis de Oliveira. “Chegando no banco e, como precisa de outro colaborador para abrir o cofre, houve essa demora na realização do roubo. Nesse período a Polícia Militar foi acionada, fez o cerco e começou a verbalizar para se renderem, o que não foi obedecido. Eles começaram a usar os reféns de escudo e fugiram na caminhonete sentido Aripuanã”,  detalhou.

Movimentação de passageiros em Alta Floresta passa de 30 mil; total do ano cai  

Redação Só Notícias/

Artigos relacionados

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias