32.2 C
Rondonópolis
sexta-feira, maio 24, 2024

Buy now

Cuiabá bate o União e conquista 13º título do Mato-grossense

O Cuiabá conquistou ontem o 13º título do Campeonato Mato-grossense e o quarto consecutivo. Em partida disputada no estádio Luthero Lopes com mais de 7,9 mil torcedores, em Rondonópolis, o Dourado repetiu o placar de ida na Arena Pantanal e venceu o União de Rondonópolis por 1 a 0 (2×0 no agregado). 

O gol do Cuiabá hoje foi marcado aos 24 minutos do primeiro tempo com Clayson. No jogo de ida, o atacante Pitta balançou a rede para o time Auriverde.

Foi a terceira final consecutiva entre Cuiabá e União. Nas três oportunidades o time da capital levou a melhor. 

Os dois times tiveram as duas melhores campanhas ao longo do campeonato. O União foi o líder na primeira fase com oito vitórias e um empate. O Cuiabá foi o segundo com cinco vitórias e quatro empates. As duas equipes classificaram direto para semifinal.

Na semifinal, o Cuiabá eliminou o Luverdense por 5 a 3 no agregado e avançou para grande final. Já o União bateu o Mixto por 3 a 1 no agregado.

O Cuiabá segue a temporada com disputas da Copa do Brasil, Copa Sul-Americana, Copa Verde e Série A. O União que já foi eliminado da Copa do Verde, inicia a jornada na Série D do Campeonato Brasileiro.

Primeiro tempo

Quem começou pressionando foi o Cuiabá, aos 2 minuto de jogo. Derik Lacerda recebeu na entrada da área, girou e chutou, mas a bola passou longe do gol. O União tentou responder aos 5 minutos, em troca de passes se aproximou da área mas não conseguiu concluir a jogada.

Aos 8 minutos o Cuiabá voltou a chegar no ataque. Fernando Sobral se aproximou da entrada da área e arriscou, mas a bola passou muito por cima do gol.

Com 9 minutos, Thiago Primão cobrou escanteio, Marllon do Cuiabá tirou de cabeça e Danielzinho fica com a sobra. Ele corta para a esquerda e tenta o cruzamento, mas a bola para em Sobral. União pediu toque de mão na área, mas o árbitro mandou seguir.

Aos 12 o Cuiabá chegou na área do Colorado novamente. Raylan dispara na lateral direita, cruza rasteiro para Deyverson na área. O centroavante do Dourado tenta o toque, mas a bola bate no defensor do União e vai na mão do goleiro do Colorado.

Aos 14 minutos o União revidou. Thomas dominou fora da área e arriscou o chute, que saiu fraco para defesa do goleiro Walter.

Aos 20 minutos, Clayson apareceu na direita e tentou o cruzamento na área, mas mandou a bola direto pela linha de fundo. No minuto seguinte (21) Raylan apareceu mais uma vez pelo Cuiabá no lado direito, jogou na área, Lucas Silva tirou e o goleiro Caio saiu de soco. Sobral tenta jogar para área novamente, mas errou.

24 minutos – Gol do Cuiabá! União saiu jogando errado em mais uma saída de bola, Derik Lacerda roubou e tocou para Deyverson na área. O centroavante encontrou Clayson livre na esquerda, que finaliza rasteiro para abrir o marcador no Luthero Lopes.

No contra-ataque aos 29, Deyverson foi lançado à frente, disputou com a defesa colorada e acabou. Árbitro nada marca. A torcida em seguida começa a hostilizar Deyverson, que responde sinalizando com os dedos o placar de 2, em referência ao placar agregado do jogo.

Aos 33 minutos o Cuiabá quase chegou ao segundo gol. Rikelme tabelou com Derik, invadiu a área e finalizou rasteiro mas parou em uma defesa milagrosa do goleiro Caio do União.

Com 35 minutos o União teve a melhor chance na partida. Thiago Primão recebeu arremesso lateral já dentro da área e jogou para o meio. Anderson Canhoto conseguiu girar na pequena área, mas chutou cima do gol, perdendo uma grande chance.

38 minutos foi a vez do Cuiabá voltar a atacar. Derik recebeu e cruzou forte. Rikelme ficou com a bola e chutou cruzando, a bola passou assustando o goleiro Caio.

O relógio já marcava 41 minutos quando o clima ficou quente entre as equipes. Deyverson dá chute no vácuo, recua a bola e sofre falta de Thomas. Houve um princípio de confusão entre os jogadores, mas o árbitro acalmou os ânimos.

Foram assinalados cinco minutos de acréscimos no primeiro tempo. O União esboçou uma pressão, mas a primeira etapa foi encerrada.

Segundo tempo

O União voltou com três substituições. Saíram o lateral-esquerdo Sendeski, lateral-direito índio e o volante Geandro. Entraram o lateral-esquerdo Fabinho, lateral-direito Camargo e o volante Brener.

Aos 3 minutos o União chegou pela primeira vez. Camargo levantou a bola na área área. Padu se esticou todo, mas não não alcançou. Alguns atletas do Colorado e torcida pediram pênalti, mas nada foi marcado.

O jogo seguiu movimentado nos minutos seguintes. O União levando o revés, tentava sair mais para o ataque, porém deixava espaço para o Cuiabá que tentava surpreender.

Aos 10 minutos, o Colorado chegou com Fabinho, que levantou na área, Danielzinho disputou no alto com Rikelme e a bola saiu por cima. O Dourado respondeu rápido em seguida. Deyverson lançou bem Derik Lacerda que saiu cara a cara do gol, driblou o goleiro e marcou. Mas o árbitro marcou falta do atacante no zagueiro do Colorado durante a disputa.

Aos 16, o Cuiabá mexeu no time. Saíram os atacantes Clayson e Derik Lacerda. Entraram Jonathan Cafú e André Luís.

Com 17 minutos o Dourado quase ampliou a vantagem. André Luís invadiu a área, bateu cruzado, a bola desviou em Lucas Silva e resvalou no travessão. O Colorado responde. Danielzinho cortou para o meio e finalizou rasteiro com pouca força e a bola passou longe da meta.

Com 21 minutos a torcida do União pressionou o árbitro pedindo pênalti. Danielzinho tentou driblar Raylan, cortou pro fundo já entro da área e caiu no gramado depois de carrinho do jogador do Cuiabá. Árbitro mandou seguir o jogo.

Próximo dos 30 minutos o ritmo do jogo caiu. O União seguiu com bastante dificuldades para criar jogadas. Já o Cuiabá passou a administrar mais a partida e já não atacava mais com tanta intensidade.

E aos 35 minutos o Colorado perdeu sua melhor chance da partida. Fabinho cruzou na área, Brener esticou a perna direita e consegue o desvio. A bola ainda bateu em Yan Maranhão, que acabou se desequilibrando e não conseguiu finalizar bem.

Aos 40, Fabinho voltou a levantar a bola na área, Yan Maranhão subiu entre os zagueiros e cabeceou a bola por cima. O atacante pediu um desvio e escanteio, mas o juiz não marcou.

O árbitro ainda marcou 9 minutos de acréscimos. O jogo ficou truncado sem chances de gols até o apito final. Fim de jogo e Cuiabá campeão do Campeonato Mato-grossense 2024.

Só Notícias/Kelvin Ramirez 

Artigos relacionados

- Advertisement -spot_img

Últimas Notícias